01
Abr 13
publicado por Tempos Modernos, às 10:57link do post | comentar

 

 

(Foto: Bola.pt)

 

Sobre o Governo de Santana Lopes, escreveu-se bastamente.

 

Sobre a prévia tresloucada passagem do antigo primeiro-ministro pela autarquia lisboeta e que até fez cair António Guterres, nem por isso.

 

Há dias assinalaram-se dez anos sobre o fecho da Feira Popular, uma daquelas decisões inconsequentes, tomadas em cima do joelho por Santana Lopes, com o apetecível espaço imobiliário por lá deixado ao abandono, à ruína.

 

Deixou um túnel no marquês (cuja lógica viária e para a sustentabilidade de uma política de transportes é mais que duvidosa), um jardim no Arco do Cego (com um pavilhão arruinado e a servir de parque de estacionamento). 

 

Que a Fundação "O Século" tenha perdido a Feira Popular enquanto fonte de rendimentos e tenha de inventar novos negócios para viabilizar projectos sociais é apenas uma das consequências das políticas de Santana Lopes, actos que destroem a longa distância e que muito depois de cometidos continuam a ter consequências.


Muito bem ligado.
g a 1 de Abril de 2013 às 14:10

Acho piada a quem diz mal do túnel do marquês... é TÃO simples criticar, ser comentador de pacotilha, dizer mal... e quem escreveu este post que fez para o bem da cidade, de produtivo, de não criticável? Ah, tal como os outros que por aí andam, só tem competência para postar criticas... Pois!
General a 1 de Abril de 2013 às 14:19

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
18
19
20

23
26



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO