21
Abr 13
publicado por Tempos Modernos, às 17:34link do post | comentar

 

(Foto: agroportal.pt)

 

Berta Cabral que nas regionais açorianas tentou descolar-se da governação de Passos Coelho entra no Governo em registo de remodelação a conta-gotas e pela pasta da Defesa.

 

Lima Coelho, da Associação Nacional de Sargento, duvida da escolha: Berta cabral não é "propriamente uma pessoa da área da Defesa" e isso provocará "atrasos". 

 

Pelo lado dos oficiais e da Associação dos Oficiais das Forças Armadas, saiu bojarda sexista. Manuel Cracel acha que o facto de ser uma "senhora" a assumir o cargo pode ter vantagens.

 

A "condição feminina" pode trazer "outra sensibilidade", diz o coronel da Força Aérea, talvez até convencido de estar a defender a igualdade entre os sexos.


mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
18
19
20

23
26



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO