30
Jul 16
publicado por Tempos Modernos, às 10:54link do post | comentar

Na campanha eleitoral das últimas legislativas, havia quem ocupasse o espaço noticioso a dar conta de fait-divers dos discursos, em detrimento das propostas políticas que interessam aos eleitores.

 

Do CDS-PP lembro-me de um jornal gastar todo o espaço que tinha para aquele partido com declarações de Portas a explicar que Assunção Cristas lhe dissera só se inscrever no partido se não houvesse reuniões à noite por causa dos filhos. Podia ser uma ideia interessante, mas confesso - mea culpa - nunca lhe ter visto, nem a ela nem ao partido que dirige, grande procupação com os filhos dos outros, quando ocuparam lugares de poder.

 

No mesmo grupo de comunicação, o tipo que fazia notícias com propostas de medidas políticas de outro partido - e que numa análise feita até acertou no tipo de Governo que hoje temos, PS com apoio da esquerda parlamentar - acabou despedido pouco depois. Um dos camaradas que com ele discutiu irritado a bondade dessa análise manteve-se no emprego, mas pouco depois rumou à Europa feito assessor de imprensa. Garantida ao seu novo empregador está a qualidade da análise política.


mais sobre mim
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
20
22
23

24
27
28

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO