18
Nov 15
publicado por Tempos Modernos, às 11:24link do post | comentar

Programas como o muito mal (e parcialmente) conduzido Fórum da TSF, Opinião Pública, da SIC, Discurso Directo, da RTP, ou Antena Aberta, da TVI, evidenciam muitas vezes o pior de uma reflexão rala e infantilizada da coisa pública, pensamento minado e enformado por discursos políticos indigentes e ralos.

 

Modos típicos do pensar são a mistura de alhos e bogalhos, as falácias e a reprodução acrítica dos pensamentos alheios. 

 

"Em vez de aumentos de ordenados e reposição de salários, preferia antes ouvir falar de redução do número de deputados, fim de parcerias público-privadas e das taxas de audiovisual, redução do IVA e das tarifas de electricidade. Isso sim, era falar de coisas reais e que fariam diferença. O resto é demagogia." Luís Roque, Amadora, Correio do leitor, in Correio da Manhã, 16 de Novembro de 2015".

 

As cartas dos leitores são em regra editadas e formatadas, mas é curioso que o leitor diga que aumentos de ordenados e reposições de salário não são coisas reais ou coisas que façam a diferença. Depois, conclui com acusações de demagogia. Curioso, pois Luís Roque fala do fim da taxa de audiovisual, ou da redução de deputados, um topos irresponsável, impraticável em termos de representação democrática e de eficácia parlamentar, financeiramente irrelevante, mas um ponto alto do repertório dos demagogos. 

 

 

 


mais sobre mim
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
21

22
23
24
27

30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO