19
Set 11
publicado por Tempos Modernos, às 20:05link do post | comentar

 

A ver se se faz o boneco.

 

Este Governo vai pôr fim às indemnizações por despedimento.

 

Mira Amaral não entra nestes róis. É um homem de méritos, tantos que exigiu ao Estado que lhe mantivesse uma reforma de 18 mil

euros - obtida a trabalhar para instituições financeiras privadas - se o quisesse na Caixa Geral dos Depósitos.

 

Ao fim de alguns meses, pôs-se a andar do banco público, mas os mais de três mil contos mensais pagos pelo Estado português ninguém lhos tirou.

 

Agora, vem defender a extinção de serviços públicos "inúteis" e, claro, despedimento dos funcionários. Defendeu também os cortes salariais e o aumento dos horários de trabalho (esta deve ser para poder empregar menos gente).

 

Já vimos que o ex-ministro da Indústria de Cavaco não é a pessoa mais indicada para falar das poupanças do Estado. Mas há sempre uns directores de jornal com lugar nos quadros e direito a indemnização dispostos a publicar o que o senhor diz e uns governantes dispostos a ouvi-lo.


publicado por Tempos Modernos, às 19:31link do post | comentar

A reunião lá terminou e à saida não houve declarações de ninguém sobre a Madeira.

 

Valerá a pena ficar atento ao Facebook?


mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
14
15


26
28
29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO