19
Jan 17
publicado por Tempos Modernos, às 16:14link do post | comentar

Quase todos os jornalistas portugueses terão lido no liceu um romance chamado Os Maias. Ainda assim mostram-se sistematicamente incapazes de acertar no plural dos nomes próprios.

 

 


publicado por Tempos Modernos, às 12:20link do post | comentar

Alguém ironizava recentemente que os "sem-abrigoS" são os "sem-abrigo" ricos.

 

Têm tanto que se dão ao luxo não da falta de um abrigo, mas dos vários abrigos em falta que esse plural mal formado pressupõe.


publicado por Tempos Modernos, às 10:45link do post | comentar

Este foi-se uma vez mais pôr ao jeito das bofetadas, como já tinha feito em Felgueiras. Agora, insiste em desfazer uma solução governativa que tem de modo geral cumprido e agradado aos eleitores.

 

Entendem-se no que é mais conjuntural, mais popular e mais fácil, rapidamente se desentendem em tudo o que é mais exigente, complexo e estrutural”, disse.

 

Frases iluminadoras. “Exigente, complexo e estrutural” é, pois, segundo Assis, baixar a Taxa Social Única para que as empresas aceitem subir o salário mínimo.

 

A justificação do eurodeputado pode vir vestida com a ideia de que assim se apoia o empreendedorismo. Mesmo que, visto de outro ângulo, este alegado apoio do empreendedorismo não passe de um subsídio feito pelos contribuintes a negócios privados de empresários que querem continuar a pagar mal aos funcionários.

 

 


mais sobre mim
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

17
21

22
23
24

30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO