05
Set 13
publicado por Tempos Modernos, às 16:32link do post | comentar

Paulo Ferreira disse ao jornal i que "deve caber «ao jornalismo o que é do jornalismo e à política o que é da política»". O director de informação da RTP pretende justifica e arrumar a realização de uma entrevista a Pedro Passos Coelho em vésperas de eleições autárquicas e a exclusão dos restantes dirigentes partidários.

 

Será que acha mesmo que a sua posição é defensável e compatível com o pluralismo associado ao direito à informação?

 

Os critérios jornalísticos e editoriais têm as costas largas e sofrem demasiados tratos de gato sapato nas mãos de quem os saca dos coldre para justificar decisões duvidosas.


mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12

16
19
20
21

22
23
24
25
26
27

30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO