Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sozinhos já não se orientam

por Tempos Modernos, em 08.11.12

 

(Foto: governo.gov.pt)

 

Segundo o noticiário dos últimos dias, o ministro dos Assuntos Parlamentares tem em mãos um estudo que prevê a entrega a privados das bases de dados de toda a administração pública, o que inclui designadamente, informação classificadas e segredos de Estado.

 

A ideia, peso as palavras, é do foro da mais absoluta e indigente irresponsabilidade institucional.

 

Os deputados do PSD e CDS-PP, sempre tão prontos a puxar dos galões do sentido de Estado, acham desnecessário ouvir o ministro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:16

Dobrar a parada...

por Tempos Modernos, em 07.10.12

... nesta aposta é a única coisa que se pode fazer com a notícia de que a "Tecnoforma, uma empresa de que Passos Coelho foi consultor e administrador, dominou por completo, na região Centro, um programa de formação profissional destinado a funcionários das autarquias que era tutelado por Miguel Relvas, então Secretário de Estado da Administração Local".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:57

Relvas está dispensado de ir...

por Tempos Modernos, em 27.08.12

... a esta. Embora seja previsível que apareça. Como se sabe norteia a vida pela busca do conhecimento.

 

Figuras confirmadas são o pitoresco Duarte Marques e o mandarete António Borges.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:13

 

(Foto: Margarida Ramos/Global Imagens em jn.pt)

 

Marcelo Rebelo de Sousa é talvez o mais destacado defensor da teoria de que as manifestações pela demissão de Miguel Relvas estão condenadas ao fracasso.

 

Previsível. À direita concebe-se a política principalmente enquanto veículo de poder. Para um grande número dos seus militantes, e simpatizantes, Maquiavel é autor a seguir.

 

A contestação só faz sentido se mostrar resultados imediatos, se servir para obter ou manter o poder. Manifestações de cidadania, de participação, são, com sorte, remetidas para o campo das excentricidades, ou, o mais das vezes, da marginalidade.

 

Quando está na oposição, o PSD é um partido vocacionado para encher a comunicação social com indignação e ruído. Ainda se estudarão as diferenças de estados de alma das populações quando os laranjas são governo e quando aguardam a sua vez de alternar. Não se sabe se são os portugueses que são pacientes, se a esquerda que resiste melhor ao afastamento da governação.

 

Marcelo é um alto quadro do partido. Não se espere que comente de modo neutro enquanto prossegue a campanha pessoal para a presidência da República.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:27

(foto: As Beiras.pt)

 

Quando afirmou nortear a sua vida pela procura "do conhecimento permanente"?

 

Segundo a imprensa especializada, a sua teia tece-se dos conhecimentos que foi fazendo ao longo da vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:07

Mais um tiro na cabeça

por Tempos Modernos, em 13.07.12

Ao solicitar o reconhecimento de uma licenciatura ao abrigo do currículo profissional e fazendo um número baixo de cadeiras, Miguel Relvas, na prática, pediu uma certificação para obter um título que lhe legitimasse o tratamento por dr.

 

Se o ministro dos Assuntos Parlamentares estivesse interessado em enriquecer-se cientificamente, teria frequentado aulas, feito trabalhos, ido a exames.

 

É isso que faço - eu e muita gente - nesta minha segunda licenciatura. A primeira, mesmo sendo em engenharia pré-Bolonha, no Técnico, a experiência profissional, trabalho publicado, dar-me-ia acesso ao segundo ciclo a que agora se chama pomposamente mestrado. Pouparia tempo, dinheiro e esforço.

 

Ontem, Relvas disse que norteava a sua "vida pela procura do conhecimento permanente".  Pelo menos conhece muitos caminhos para se pôr a ridículo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

Sindicato dos jornalistas faz o óbvio

por Tempos Modernos, em 21.06.12

que há a fazer.

 

Até porque não dá para contar com a lisura da maioria (aqui e aqui) que aos princípios diz nada.

 

E ainda por cima, na oposição, os dois partidos parecem sempre os campeões da liberdade de imprensa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:35

ERC não dá por provadas as acusações a Relvas

por Tempos Modernos, em 20.06.12

 

 

Este resultado, dividido por cores partidárias, é um duro golpe na credibilidade que apesar das críticas Azeredo Lopes tinha construído para a Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

 

O que era óbvio, desde o início, é que palavra contra palavra, seria impossível apurar que o ministro tivesse ameaçado de revelar na internet factos sobre a vida privada da jornalista Maria José Oliveira ou promover um boicote governamental em relação ao Público.

 

E, no entanto, que motivos teriam os jornalistas para inventar a conversa e as referidas ameaças? E se nada havia de relevante no caso das secretas e da relação de Relvas com Jorge Silva Carvalho porque motivo teria o ministro sentido necessidade de ir a correr telefonar aos chefes da jornalista?

 

Relvas prossegue em campo, mas francamente lesionado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:53

Perdas de tempo

por Tempos Modernos, em 20.05.12

O novo Caso Relvas não tem muito que saber. Não há ali nada que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) possa resolver.

 

É a palavra da editora de um jornal, que terá recebido ameaças insustentáveis numa democracia, contra a palavra de um ministro, que alegadamente terá feito as ameaças.

 

Confrontado, Miguel Relva apressou-se a enviar uma série de documentos para a ERC. Neles queixa-se do trabalho da jornalista. No limite é legítimo, mas não é isso que está em causa. Embora seja isso que, ao longo do fim-de-semana, várias personalidades do PSD têm tentado fazer acreditar, nas televisões, nos jornais, na blogosfera. Tal como não é está em causa um conflito entre a direcção e a redacção do diário.

 

As questões são simples. Miguel Relvas ameaçou embargar todo o envio de informação governamental ao Público? Só ele e a editora de política do jornal saberão. O ministro da Presidência ameaçou realmente divulgar na internet dados sobre a vida pessoal da jornalista Maria José Oliveira? Só duas pessoas conhecem a verdade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45

Teorias da conspiração (& Exageros*)

por Tempos Modernos, em 20.05.12

 

Sobre o sítio onde Relvas obteve alegada informação sobre a vida privada de um jornalista para a publicar há quem se questione e há quem acuse.

 

Acredito que exageram. O ministro adjunto sempre cultivou as relações com os jornalistas. Cheguei a vê-lo na São Caetano à Lapa, rodeado de vários, gargalhando todos. Ruidosos, barulhentos, como velhos camaradas, a linguagem de caserna, desbragada.

 

São daquelas coisas que aproximam as fontes, diz-se.

 

Possivelmente, Relvas terá apenas recorrido ao arsenal de má-língua, de rumores e histórias mal-contadas que contaminam as redacções. Também nunca ninguém disse que primasse pela elegância. E, no entanto, já devia ter feito o que há a fazer.

 

Felizmente em Timor, Sua Excelência tem escassa moral para exigir a demissão de alguém por uma situação ligada ao condicionamento de jornalistas. Só que Passos Coelho não tem grande margem de manobra.

 

Mais facilmente será destruído nos jornais por isto que por erros na condução da crise. E logo à noite, Marcelo falará. E não se esqueçam que está, há muito, em pré-campanha para Belém.

 

 

 

* Pilhado do título de uma antiga coluna jornalística.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:46


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D